5 de nov de 2008

>>>" R"Conta



Olá galera, está no ar mais um "R" Conta.
Hoje contaremos a história do Kiko de Brasília.
Eaí Kiko, o que aconteceu contigo?

Fala galera do portal, meu nome é Kiko Fernandes,
tenho 17 anos e estou terminando o 3º ano do ensino médio.
Bom hoje eu vou contar como anconteceu o meu primeiro beijo.
Eu sempre fui muito zuado pelos colegas que sabiam que eu era um dos únicos
que ainda não tinha trocado informações meio molhadas com uma garota.
Eles não davam descanso, não deixavam passar nenhuma oportunidade de me
provocar. Sabe, eu sempre pensei que tem a hora certa pra tudo, nada de caretisse mas
acho que estava certo.
Acabei me apaixonando por uma garota linda, não tanto popular quanto as amigas dela, mas que
era especial. Foi meio que à primeira vista, na hora em que a vi sabia que aquilo não era comum.
Tratei logo de arrumar um jeito de me aproximar e consegui me tornar amigo dela e um pouco das amigas também, pois antes meio amigo do que inimigo. Cheguei a desmarcar alguns compromissos só pra estar no mesmo lugar que ela. Quando estávamos juntos a conversa não fluia muito bem, porém de uma hora pra outra, numa deixa, melhorava e acabamos gostando da conversa.
Aos olhos dos outros tava na cara o que estava rolando, e dos que sabiam da minha situação - como pode um garoto de 16 anos bv? -não viam a hora de desencalhar o free willy amoroso. Até que passei a não me importar mais com a opinião dos outros, o que importava era eu e ela.
Passei a viajar sem sair do chão, sorria pra qualquer um, cantarolava pela cidade mesmo sem maiores esperanças.
Até que numa bela tarde de domingo me deixei levar pelo impulso do negócio e perguntei pra ela, via net, se ela era a fim de mim. Coração palpitou, a panela de pressão perdia disparado e a bateria da escola de samba nunca esteve tão perto de mim. Até que pra minha decepção recebi um belo NÃO como resposta. Fiquei mal.
Mas não desisti assim tão fácil. Nada tinha mudado depois desta. Passou um tempinho, conheci outras garotas e no vai e vem do "oi,tudo bem, prazer, eu me chamo Kiko" provei que ela sentia ciumes de mim usando três garotas ao mesmo tempo, além dela. Foi numa festa show de bola, eu dancei sem parar, só mudava de parceira.Tanto que se alguém a visse tinham deixado o máscara sem emprego, pois o queixo caia no pé e voltava e a cara ficava verde e vermelha sem parar. Me acabei de tanto rir depois.
Pra finalizar o ano, turma marcou de ir ao cinema e depois sair por aí, detalhe eram mais de 35 pessoas. E pra começar deixaram uma poltrona, a que estava ao meu lado vazia, sabe quando todo mundo ia sentar mais no último minuto deixava vago? Até que pra minha surpresa ela sentou ao lado, naquela que estava vazia.
Eu não fiquei nervoso. Assisti metade do filme, a outra metade ficamos conversando sobre tudo, tudo mesmo. Até que minha mão esbarrou na dela ela apertou de volta. Aí foi nervoso, não escutava nada mais, olhei pras mãos, olhei pra ela e acabou rolando. Foi meio esquesito, a sensação ao mesmo tempo era diferente e gostosa.
A galera parou tudo e bateram palmas que contagiaram a todos do cinema, foi muito engraçado.
Hoje... faz 2 anos que namoramos e estamos muito bem! Por isso galera não desistam de uma coisa que não se tem certeza absoluta de que não vai dar certo.
Valeu portal!!

Valeu kiko e este foi mais um

"R"Conta!!!!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...