8 de mai de 2011

Hoje eu sou seu príncipe



"Desde que descobri que era capaz de amar alguém verdadeiramente, me senti vulnerável a esse sentimento único, mistura de complicado e simples, divertido e dramático, um boom de sensações dentro de um só corpo. Hoje me senti mais humano quando você me abraçou forte e disse que sentiu minha falta.
Sempre me sentia a esquerda do mundo, como se nunca fosse encontrar alguém que com apenas um sorriso me convence do quão bom é estar vivo. O quanto é simples admirar um belo amanhecer. Coisas simples.
Desde menino, me sentia expectador de uma vida que não tinha nada a ver comigo. Sempre me doando em benefício de algo ou alguém, mas nunca esse mesmo alguém se doava por mim. Rancor? Não. Egoísmo? Em partes. Ingratidão. Também não. Costumo agir sem pensar se receberei algo em troca. Mas com o tempo você percebe o quanto você se anula perante aos outros, perante à vida e às pessoas.
Quando senti seu rosto quente tocar meus ombros, seus braços envolvendo quase que completamente meu tronco e seus olhos desfalecerem sobre ele, algo tomou conta de mim. Descobri que algo novo estava nascendo dentro do peito. O coração acelerava. E meus braços involuntariamente se fecharam para te confortar. Ficamos abraçados como se o mundo parasse, como se o resto não mais importasse.
Tive tanto medo de nunca sentir isso. Tive medo de te perder, mesmo nunca confessando nada. Mesmo sendo rejeitado várias vezes por não me encaixar em nenhum padrão pré determinado de jovem comum nos dias de hoje. Você disse que sou um príncipe. Não entendia o que isso queria dizer. Como ser um príncipe, um ser tão nobre e destemido, habitar dentro de alguém com tantas dúvidas e conflitos?
Seus dedos então se entrelaçaram junto aos meus, num encaixe perfeito. Nossos olhos se fixaram uns nos outros e você me disse:
- Príncipes são príncipes não por usarem coroas, morarem em grandes castelos ou ter vários súditos que se curvam diante deles em sinal de obediência. Mas sim pelo coração grandioso que eles têm dentro do peito e que infelizmente poucos são aqueles que são capazes de vê-lo."

2 comentários:

@lekavc disse...

Noooossa, Ramon, amei esse texto, sério mesmo. IN-CRI-VEL. Parabéns. Poxa, já tá nos favoritos tá?
Que tal deixar o texto e o coment na mesma página?
E aproveitando... que tal passar por aqui?
http://nosmeus16.blogspot.com/


Bjo

ramon rangel disse...

Opa, muito obrigado leka!! Fico super feliz quando comentam meus posts. Agradeço também por já pertencer aos teus favoritos também!!^^
Bjo!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...