22 de set de 2010

>> Bem que se quis



Queria poder conversar com as pessoas
tudo o que vem em minha mente.
Contar das flores, contar do dia,
de você e da minha alegria.

Falar de como faz falta tua presença,
queria poder dar-lhe o mundo,
mas nunca terei forças para dar-te
o que ainda não me pertence.

Desejei tanto esse sim,
tentei por tantas vezes mudar quem fui por você,
mas você não me via, não me escutava
e a mudança... com o tempo percebi que não me faria bem.
Nem mesmo por você, valeria a pena.

Não quero mais acordar ajustando contas
com minha solidão.
Tenho pessoas a minha volta,
mas que não me enxergam como realmente sou.
Sinto-me bem agora sem você.
Sinto-me livre sem você

Acredito que cresci contigo
e mais ainda sem você...
Não busco mais parar o tempo
quando fiz você sorrir pra mim,
mesmo você tendo escapado das minhas mãos
como água entre meus dedos.
Foram as circunstâncias...

Tudo o que tenho é um menino-homem e
um belo jardim,
machucado pela vida sim,
mas que ainda guarda um cantinho
com suas melhores flores, os melhores perfumes
e o mais puros sentimentos...
Que ainda ninguém descobriu.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...